quarta-feira, 15 de fevereiro de 2006

Gabriel


© Fotografia: Olhares

Gabriel gostava de ir à escola. Gostava de brincar, de correr. Tinha um sorriso espontâneo e fácil. Era alegre e muito activo. Não precisa de falar, às vezes com um simples olhar dizia tudo aquilo que desejava.
Um dia, o Gabriel caiu no recreio da escola. Perdeu os sentidos e só acordou no hospital.
Gabriel tinha 7 anos. Abriu os olhos e viu a mãe. A chorar.
Tentou falar, mas nada conseguiu dizer. Fechou os olhos. Sonhou.
Sonhou que estava a brincar no parque perto de casa e que uma menina lhe deu uma flor. Era uma menina grande. Tinha o cabelo comprido e um sorriso simpático. Segurou-lhe na mão e disse-lhe:

- Gabriel…não tenhas medo. Vai doer, mas eu vou ajudar.

Gabriel descobriu que estava doente. Tinha uma doença esquisita, com nome grande, que acabava em –ia. A mãe não parava de chorar, mas havia doutores vestidos de palhaço que lhe explicavam tudo com muita alegria.
LEUCEMIA. Era esta a doença do Gabriel. É esta a doença de tantos meninos, que como o Gabriel só queriam brincar e sorrir.


[Continuação...]

70 comentários:

Nekynho disse...

É nas dificuldades que se vê a grandeza das pessoas.
Eu tive um mano com leucemia. Morreu sem eu o conhecer e, ainda hoje, tenho uma profunda admiração pelos meus pais por terem conseguido superar o que passaram. Infelizmente, depois nasci eu lol
Baci :o)

Fernando Pinho disse...

Cara Joana:

São das tais histórias que evito comentar. Não tenho palavras...

Só o faço por estar no teu espaço e com a esperança de que um dia trajectos como o do miúdo Gabriel deixem de existir.

Façamos força para que isso seja possível.

ferrus disse...

Sou pai de duas meninas, duas rainhas, como orgulhosamente digo.
Sou filho de pai falecido, sou filho orgulhoso por ter sido seu.
Rasgaram-me as entranhas por o ter visto partir.
Morria, se alguma das minhas eu visse abalar.
Doeu-me muito pelo Gabriel, apesar de não ser meu.
Não devia ser permitido às crianças sofrerem, por que afinal elas só merecem risos e brincadeiras.

Sem mais palavras! Beijos

blue note disse...

Esta é a maior das injustiças...

Gabriel será um sobrevivente. Tem de ser porque tu estás com ele. E porque eu e todos nós lutaremos contra esse mal, tão injusto, que nos torna tão impotentes. Que deixa Gabriel, este anjo, indefeso.

como és linda maravilhosa minha Doce Amiga

Zé Carlos disse...

Olá Joana, me desculpe entrar sem convite. Tenho visto e achado seus comentários sempre tão pertinentes e simpáticos que pensei que não se importaria com esta invasão.
Sabe menina, minha filha hoje é uma mulher, mas estas histórias com crianças me machucam. Deus não deveria permitir que nada de mal as acontecesse.... são tão indefesas e despreparadas para a dor...
Acho que é a parte onde a ciência médica deveria mais se aplicar. Nós mais velhos morreremos mesmo, mas os pequenos não Pai... eles são nossas flores do campo.... enfeitam sem nada nos cobrar.
Bjs deste amigo do Brasil, Zé Carlos

Rosmaninho disse...

Joana

Doença e criança...são palavras que não rimam... a lei deveria proibir que se encontrassem.
Nada mais tenho a dizer... fico por aqui.
Um beijo

Zé Carlos disse...

Joana, seu Blog acaba de ter seu link instalado no meu.... obrigado

Nekynho disse...

Giovanna,
Venho deixar um jinho pa tu, poix nos proximos dias num venho à net.
Fax favor de ter um mega resto de semana e um fim de xemana inda melhor :oD
Baci
Baci
Baci

:o)

Nekynho disse...

Bigadux, ex um doxe :o)
Expero que nunca deixes de olhar para o céu :o)
Baci :o)

marco disse...

palavras pa quê?

Nekynho disse...

Oh, tu pexebexte eu quando me referi a intimidades :o)
tontinha :o)
Num vou dumir se nao depois num acordo lol
Beijo gande pa tu :o)

Joana disse...

Nekynho,
Ainda bem que depois nasceste tu!
BAci

Caro Fernando,
Bem gostava que isso viesse a acontecer um dia...

Ferrus,
Não devia ser permitido a DOR, principalmente nas crianças!
Obrigada pela visita.
BEijo

Florinda,
há muitos motivos para esta estória, mas realmente sinto-me mesmo com o Gabriel!!!
Beijo grande e obrigada pelas tuas palavras, sempre tão presentes...

Zé Carlos,
MUITO OBRIGADA pela visita e pelas palavras...
Que bom ter-te por cá, não precisas bater à porta, deixo-a sempre encostada!
Obrigada pelo Link...
Beijinho e volta sempre

Rosmaninho,
Pois...que mais há a dizer, não é?
Todos nós sentimos por dentro a dor da dor delas!
Beijo

Marco,
Obrigada pela visita e pelas palavras!
Beijo

João Mãos de Tesoura disse...

Violento, uma estória para doer!
Andas melancólica?
Bjs

sunshine disse...

não consigo imaginar... não tenho palavras para comentar.

Alma Minha disse...

Sem palavras...
No meu rosto corre uma lágrima... por todos os "Gabriel" do mundo!

Zé Carlos disse...

Joana, hoje já é dia 16 como vc ainda não postou, recebe novo abraço pelo dia de hoje...

Por acaso vc já visitou a fazenda? Lá sempre o fogão de lenha está aceso. Tem um feijão no fogo, um café quente, uma cerveja no gelo e um ombro amigo.... venha tomar ao menos um cafezinho: http://paginas.terra.com.br/relacionamento/entrada.htm/

NightWolf disse...

...No silêncio a dor me consome...

Spiritman aka Bacardiman disse...

Ok. Nunca aqui tinha passado, mas gostei da forma como escreves, do post, da história...

Cumprimentos mixed by Jameson 12 anos!!!

Joana disse...

João,
Nada de melancolia...apenas realidade!
Beijo

Sunshine,
Como eu compreendo...

Alma minha,
pois...eu também choro por eles!

Zé,
Obrigada...adorei o café!!! E eu que já tinha prometido que ia trocar o café por chá! :) não resisti...
Beijo

Nightwolf,
a imagem do teu perfil, acompanha as tuas palavras...

Bacardiman,
Obrigada por teres vindo e teres ficado.
Beijo



Para todos:
Ontem foi o dia da criança com cancro.
Apenas mais um dia, pensam alguns...pelo menos este dia para se falar de coisas que não queremos ver nem ouvir - digo eu!
Está na hora de fazermos alguma coisa.
Amanha vou passar no IPO e fazer a minha dádiva...posso tentar salvar pelo menos um "Gabriel"!!!

Beijinhos

Fernando Pinho disse...

Joana
Admiro a tua coragem.
Um beijinho

Zé Carlos disse...

Oi Joana, queria agradecer pessoalmente sua visita à fazenda mas no seu Blog não existe e-mail.... fica aqui minha gratidão e a esperança de que venhas sempre.. Bjs do Zé Carlos

lusoblogger disse...

não sei o q escrever...

é melhor ficar assim!

Andreia Ramos disse...

e triste!arrepiaste-me duma ponta a outra! :'-(

chuvamiuda disse...

.....perante circunstancias como esta, a nossa impotencia vira revolta.....
Beijinho

dreams disse...

tens um coração do tamanho do mundo...
mais palavras para quê?
um beijo *

Joana disse...

Fernando,
Obrigada. Acho que para este tipo de coisas não é preciso coragem, apenas vontade!
BEijinhos

Zé,
Vou voltar, prometo...adorei o café!
Beijo

Lusoblogger,
Obrigada pelas tuas palavras!

Andreia,
eu também fico assim, sempre que vejo uma criança sofrer!
beijo

Chuvamiuda,
Muita revolta mesmo!!!
Beijo

Joana disse...

Dreams,
tento apenas fazer com que o sorriso seja a casa de todas as crianças. Eu gostava!
Obrigada pela visita.
Volta sempre...
Beijo

Silmara Roberta disse...

Muito triste essa doença perdi um grande amigo ja com ela e um irmão, beijosssssssssss

saisminerais disse...

Joana, já é a segunda vez que aqui venho, a este maravilhoso lugar onde as crianças encontram carinho manifestado por ti. As historias que contas sendo elas tristes, acabam por nos tocar de uma maneira diferente, contado por ti existe algo de carinhoso... peço desculpa mas vou linkar-te, não quero andar tempo a mais procurando maneira de ca chegar.
Deixo aqui um beijo para ti.
P.S. tenho um primo que tem leucemia.

Joca disse...

são demasiado duras as formas que a vida escolheu para nos dizer algo...

spartakus disse...

hum. é. cheguei aqui em dia que mais vale ler e calar.

Talk Talk disse...

Infelizmente (infelizmente porque foi a visitar uma criança) já estive no IPO e senti de perto a dor de pais e outros familiares, perante a doença dos seus pequenos doentes. O que desejo a todos os Gabrieis e seus pais deste Mundo é força para continuar e que consigam ultrapassar essa doença.
Um beijinho.

Silmara Roberta disse...

Bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa um liondo e abençoado final de semana, beijossssssssssss

Pedro Nobre disse...

Uma triste história que vai em encontro com o nosso dia-a-dia. Eu desejo ao Gabriel, e todos os restantes que tenham leucemia que tenham muita força e aproveitarem cada minuto, cada hora do dia...

amigona disse...

Minha mãe teve leucemia... mas Gabriel é, ainda, uma criança... devia ter direito de brincar, de viver...

Musician disse...

Que historia :/
Beijinho*

Zé Carlos disse...

Joana, que bom vc ter ido me visitar na fazenda, fiquei feliz..... Um maravilhoso final de semana e de descanso, espero. Bjs do Zé Carlos

Cleopatra disse...

::: Mas as crianças Senhor!..

É assim Joana, estes e outros sofrimentos..

Com é no IPO Joana?
Um sorriso é um MUndo não é?

Joana disse...

Silmara Roberta,
Todas as doenças são tristes...principalmente quando afectam quem gostamos!
Beijinhos

Sais Minerais,
Obrigada pela tua presença e pelas tuas palavras. Fazem-me continuar!
Beijinhos

Joca,
É bem verdade isso! Mas há pessoas que nem assim deixam de olhar para o próprio umbigo!

Spartakus,
Volta sempre. Há dias mais alegres por aqui!

Talk talk,
As sensações de revolta, muitas vezes ajudam-nos a encarar a vida de outra forma.
Obrigada pela visita. Volta sempre.

Pedro,
Eu também desejo isso a todas as crianças.

Amigona,
Nas crianças tudo parece ser um castigo maior...mas o sofrimento e a doença são sempre um mal maior!
Volta sempre e obrigada pelas palavras.

Musician,
Obrigada por voltares sempre!
Beijinhos

Cleopatra,
Pois...as crianças senhor...!!!
As crianças não perdem a capacidade de sorrir, mesmo quando estão doentes e em sofrimento.
Provavelmente porque não têm bem a noção do que está a acontecer, ou porque têm a capacidade de se regenerarem (algumas delas!).
Obrigada pela visita. Volta sempre.

lena disse...

Joana fiquei presa às tuas palavras, sem conseguir dizer nada, toca-me tudo o que possa dizer respeito uma criança e sei que é dificil a a luta contra essa doença

não devia ser permitido que as crianças sofressem,
a alma dói-me

deixo um beijo grande

Pedro Nobre disse...

Bloguistas,

No dia 17 de Fevereiro, decidi lançar mais um repto, um novo espaço cibernautico no qual intitulei "UM BLOG, UM SORRISO"...

Este novo blog, que hoje inicia, tem como missão, a paz e a solidariedade social para com o mundo. Todos os dias deparamos com cenários menos bons no nosso quotidiano, pessoas carenciadas, fome, doenças, guerra...

Silmara Roberta disse...

Oi Joana vim te trazer uma beijoca!

Jorge Moreira disse...

Olá Joana,

Este exemplo é um daqueles que nos corta o coração.
E nós seres humanos, envoltos em afazeres menores e horríveis, como a guerra, a incompreensão, o egoísmo, a ganância, quando se deveria investir tudo no Amor, no combate à fome, à miséria e à doença…
Beijinhos e boa semana.

Daniel B. disse...

Hello. Interesting website. You have a lot of comments!! 43?! I have never been to visit Portugal. Maybe I should? -beijo? - baci?

www.bikedrool.blogspot.com

Anónimo disse...

:=[ :=[ :=[ "A Vida por vezes é injusta por si própria..."

Rui deOliveira disse...

Há certas coisas que nos tocam a todos... como uma criança injustiçada.

Gostei de ver como tanta gente se juntou à volta de um post sobre a história de uma criança.

Gostei muito, parabéns Joana.

Bjitos

Silmara Roberta disse...

Otima semana Joana, beijosssssssssssssss

Silmara Roberta disse...

Oi qurrida vim dar beijo de boa noite( aqui no brasil é noite), fique bem!

alyia disse...

Conheci muitos Gabriel... infelizmente... tomara que todos os Gabriel consigam e havemos de conseguir

blue note disse...

visito o Gabriel...

e fico logo muito melhor. perco de súbito esta tristeza. mas como é possível estar triste sabendo o Gabriel doente.
Triste fico po ele. Mas simultaneamente cheia de força e tento telepaticamente transmiti-la.
ajuda-me Joana a dar-lhe essa força.

Beijos para o Anjo Gabriel e para ti minha Muito Muito Querida

D. Carlos disse...

Olá Joana!

Venho aqui ao seu cantinho para me reconfortar. Estou ruído de ciúmes. Então não é que uma tal de Ciática se agarrou à perna da minha rainha e não a larga?
Onde é que já se viu uma rafeira Ciatica agarrar-se desta forma a uma perna real?
Vou reunir todas as "tropas" da corte para libertar a minha dama, deixando aqui a promessa que quando isso acontecer ela voltará aqui.
Continue a olhar o céu com os olhos cor de mel.
Um beijo
D. Carlos

Joana disse...

Mas que alegria imensa ver sua Alteza Real D.Carlos por aqui.
Não sabe como fiquei rendida aos seus pés e com uma lágrima no olho por sua Alteza a Rainha estar assim prisioneira de tal rafeira...!

Prometo deixar palavras de carinho nos lugares mais perfumados da blogoesfera, para que Sua Alteza a Rainha de Silves se possa libertar o mais rápido possível de tal praga!

Com os melhores cumprimentos e grata por Sua visita. Deixo um solene beijo na mão de Sua Alteza o rei D.Carlos.

Silmara Roberta disse...

Linda e abençoada tarde a vc, beijinhos de ternura!

Tripas disse...

És bueda gira.. Podias posar p mim
:)

Joquinhas

Tacitus disse...

É nestas horas que os nossos limites são testados...força gabriel. É a primeira vez que visito este teu canto mas, desde já, fiquei cliente...um abraço

tonsdeazul disse...

Esta história toca-me muito!
Beijinho

antona disse...

Triste história,o sento
saudações

365dias disse...

entrei no teu blog e li uma história que me deixa pouco à vontade para comentar, mas é uma realidade..
gostei do teu blog, voltarei...

Zé Carlos disse...

olá Joana, vim agradecer sua linda visita e convidá-la para veres o Carnaval brasileiro que em algumas cidades como Olinda e Salvadorjá começou hoje e vai até quarta-feira..... é o máximo da folia... bjs e seja sempre bem-vinda.

Alessandro_PPG disse...

Olá joana! Adorei tudo em seu blogger, principalmente porque entendo tudo! Você é muito bela! Abraços!

Linger disse...

Confesso que não conheci o teu blog,e adorei mesmo.Gosto muito da forma como to escreves.Espero a continuação desta triste estoria...Cumprimentos.

Alma Minha disse...

Bom carnaval
Bom fim de semana

Silmara Roberta disse...

Oi Joana estou passando pra desejar a vc um sexta maravilhosa, me diz uma coisa ai em Portugal tem carnaval como aqui no Brasil? Beijinhos encantadinhos em seu coração!

Paulo J. Ribeiro disse...

Linda história... Qualquer comentário pareceria ridículo.

blogoexisto disse...

Não consigo dizer nada, por isso é melhor continuar sem palavras!

Alexandre o Grande disse...

Com menos paleio.......

APIUR disse...

Joana,
A força das tuas palavras - que leio de tempos a tempos - deu a conhecer esta estória. A do Gabriel.
Ainda bem que o pequeno grande Herói tem o apoio de uma pessoa sobre-humana e devotada a uma causa tão relevante.
Crescemos um pouco mais quando lemos a descrição de uma situação tão triste, numa realidade que nos tolhe.
Só posso desejar que o Gabriel fique bom depressa.
Bjs,
Apiur

Silmara Roberta disse...

Bom diaaaaaaaaaaaa! Joana uma linda e abençoada terça a vc, beijos no seu coração!

Joana disse...

Nem sempre consigo deixar aqui nos comentários as minha próprias palavras.
A estória do Gabriel esteve algum tempo por aqui. Confesso que foi intencional. Porque se todos pensarmos nisto talvez possamos fazer alguma coisa.

Não tive ainda coragem de vos escrever o resto da estória. Por isso prometo para breve um novo post sobre o Gabriel. Até lá fiquem com sorrisos e felicidade!

Beijinhos para todos e obrigada pelas palavras, pelos comentários...

Azenhas disse...

fizeste-me chorar.
Quem é pai treme só de pensar nisso.