sábado, 21 de janeiro de 2006

Alegria

© Reservam-se os direitos da imagem ao autor Bahia


Despi-me mas não me encontrei…

Quantos de nós procuram aquilo que não sabem
E encontram apenas o que não desejam.

Hoje sentei-me na relva quente
Segredei à terra o que me deixou assim
Pensativa

Há tanta coisa por descobrir
Tantos sorrisos por encontrar
Por isso não me vou deter em pensamentos

Procuro por ti
Onde quer que estejas…
Alegria!

4 comentários:

blue note disse...

Joana Querida Joana

Já vi as tuas fotografias e tens um olhar doce. As tuas palavras deixadas no meu cantinho tocaram-me muito. Obrigada eu também por existires.

E acredita que a Alegria, esse estado que todos procuramos, é, por muito que nos custe, algo que só sentimos quando nos deixamos ir... e tens de fazê-lo por ti.

sinto-te muito só... e fico preocupada...
agarra nessa tua ternura, respira fundo, e agradece-te a ti mesma por seres tão atenta, tão cuidadosa, tão gentil.

O resto virá por si. Estou certa que a vida te reservará sempre muitos, todos os momentos de alegria.

Um beijo do tamanho da alegria que te desejo.

nuno albuquerque vaz disse...

as vezes a roupa serve só para nos escondermos...de nós...e quando nos despimos encontramos um manto branco...um tecido fino...pronto para encher de cores...assim deixes que te pintem...
tenho lápis de cor no bolso...posso emprestar se me ofereçeres uma afia...

Uma borracha para apagar disse...

Afia não tenho, mas uma borracha para apagar o "ofere(ç)eres", posso emprestar. :D)

sensual disse...

Alegria!
E quem espera sempre alcança.